Esse site foi visitado: 1990657
 
 
Report OnLine - Área Exclusiva para Clientes
Login   Senha      


 ABC EXPURGO UM PASSO À FRENTE NO CONTROLE DE PRAGAS    info@abcexpurgo.com.br
Al. Dom Pedro de Alcântara 618, São Bernardo do Campo - NÃO TEMOS FILIAS NEM REPRESENTANTES
BUSCA  

Insetos & Cia

AS BARATAS E OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO
Conhecer um pouco mais a respeito destas estranhas e indesejadas criaturas torna-se importante quando estamos enfrentando um sério problema de infestação.
AS BARATAS E OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO. Quanto mais soubermos a respeito de sua biologia, tanto melhor. Podemos buscar informações pelos mais variados caminhos. A literatura é um bom começo, apesar de existirem poucas informações em língua portuguesa. A opção seguinte e mais atrativa e, é claro, da moda, é a busca na WEB. É possível buscar, em lingua portuguesa, uma série de informações interessantes. O site da ABC EXPURGO (www.abcexpurgo.com.br) é um deles e apresenta uma série de alternativas interessantes de busca, inclusive nos números anteriores do Insetos & Cia, que estão esgotados. Basta digitar a palavra chave e as informações aparecem. Em lingua inglesa é possível navegar e buscar sites muito criativos a respeito do assunto. O mais famoso deles é o site www.nj.com/yucky chamado de o site mais “nojento” da internet. Na realidade a palavra yucky (que significa “nojento”) não tem uma conotação tão forte quanto a da sua tradução para o português. Na realidade, o site fala sobre diversas pragas e dentre elas, está a barata. Em tom de brincadeira, o site oferece informações bastante importantes e que podem até ser aproveitadas por profissionais da área. Se voce clicar em anatomia, obterá dados científicos a este respeito, porém em uma linguagem popular e acessível. Clique também no ítem Fatos Surpreendentes. Ao final de toda a pesquisa voce pode se submeter a um teste que vai indicar o quanto realmente voce aprendeu a respeito destas criaturas. Divirta-se. É também possível comprar baratas na web. O site intitula-se RONALD’S ROACHES – http://lonestar.texas.net/~iltemper/roach.htm e oferece especimens da barata gigante de Madagascar (Gromphadorhina portentosa) por somente US$ 20.00 um kit com 5 machos e 15 femeas. Infelizmente eles só remetem para clientes nos Estados Unidos. Mas não deixa de ser uma boa idéia para os emprendedores brasileiros. Uma das iniciativas mais corajosas já vistas utilizando estes insetos foi o filme Joe’s Apartment feito pela MTV e Warner Brothers. O filme conta a estória de um jovem –Joe – que vem do interior para a grande cidade, Nova York, em busca de uma carreira. Ao chegar , ele é imediatamente assaltado e fica praticamente com a roupa do corpo. Depois desse primeiro encontro com a cidade grande, ele sai em busca de um lugar para morar e, com muita sorte, acaba se acomodando num apartamento imundo cheio de baratas, que, ao final, se tornarão suas grandes amigas. Ele se apaixona por uma garota e um dia ele a convida para conhecer a sua casa. No melhor dos momentos, quando ele está no auge do romance, as baratas, suas amigas, mortas de curiosidade se acomodam num lustre para terem uma melhor visão da cena e se desiquilibram, caindo em cima do casal e quebrando todo o clima. É uma cena de arrepiar, mas muito engraçada. Joe’s Apartment é um filme muito educativo do ponto de vista sanitário, pois mostra tudo que podemos fazer para estimular a presença destes animais em nossa vida. Os truques são sensacionais e as coreografias feitas com as baratas dançando como se fosse um musical de Hollywood são geniais. Muitas das cenas foram feitas com especimens vivos de baratas e, tanto atores quanto o resto da equipe, tiveram um grande domínio sobre as suas emoções para poder trabalhar com estas “atrizes”. Vale a pena assistir o filme. Recomenda-se, no entanto, não assistir durante as refeições. Algumas cenas são um pouco fortes e podem perturbar o apetite. Se voce quiser saber um pouco mais a respeito de Joe e suas amigas baratas, pode também procurar na web , no site www.joesapt.com . O site é como um jogo, que inicia com a entrada no apartamento do Joe e clicando em cada canto voce acessa a páginas com informações biológicas, outros sites de interesse, e mais alguma coisa. Na literatura culinária é possível também encontrar algumas excentricidades. A mais recente publicação é de 1998 e o título “The Eat-A-Bug Cookbook de David George Gordon. O autor descreve 33 maneiras diferentes de preparar artrópodos; ensopados, grelhados, fritos, cozidos. A escolha recai sobre formigas, cupins, aranhas, besouros e até baratas. Ele só recomenda que se evitem os insetos muito coloridos, pois este é um sinal na natureza de que o animal é indigesto ou venenoso. De resto ele considera extremamente saudável para as pessoas e para o meio ambiente, o consumo de artrópodes, que são mais fáceis de serem criados, consomem menos “ração” e não ocupam nenhum espaço. Para os gourmets apreciadores de comidas exóticas, este livro é um “must”. 1/10/1999