Esse site foi visitado: 2017169
 
 
Report OnLine - Área Exclusiva para Clientes
Login   Senha      


 ABC EXPURGO UM PASSO À FRENTE NO CONTROLE DE PRAGAS    info@abcexpurgo.com.br
Al. Dom Pedro de Alcântara 618, São Bernardo do Campo - NÃO TEMOS FILIAS NEM REPRESENTANTES
BUSCA  

ARTIGOS TÉCNICOS

CARREFOU VAI RETIRAR SACOLAS PLÁSTICAS DE SUAS LOJAS ATÉ 2014

NOVA POLITICA NO GRANDE CARREFOUR CONTRIBUIRÁ PARA A PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE


 

O Carrefour lançou nesta segunda-feira (15) em Piracicaba um projeto para abolir a sacolinha plástica das unidades do grupo na região e no Brasil. A medida vem acompanhada de outras ações para conscientizar o consumidor a adotar novas práticas na hora de acondicionar os produtos, que não sejam as embalagens que causem danos ao meio ambiente, cujo dia mundial se comemora nesta segunda.

Desde junho de 2008, a rede de hipermercados conseguiu reduzir em 30% o número de sacolas, com medidas como a ecocaixa, onde os clientes podem deixar as embalagens dos produtos que acabam de comprar, e com a disponibilidade de caixas de papelão para acondicionar as compras. O percentual representa 400 milhões de sacolinhas a menos.

A rede pretende abolir totalmente as sacolinhas plásticas em quatro anos no Brasil - na França, sede da matriz do grupo, as embalagens já foram abolidas há quatro anos. O diretor de sustentabilidade do Carrefour, Paulo Pianez, diz que nos primeiros 15 dias serão oferecidos gratuitamente aos clientes sacolas plásticas duráveis, feitas com plástico virgem e reciclado, com capacidade de 35 litros, o equivalente a seis sacolinhas. Após esse período, o cliente poderá comprar a sacola por R$ 2,90. Outra opção é a sacola de bioplástico, com capacidade para 10 litros e que custará R$ 0,30.

O grupo implanta a medida com a aprovação de 76% dos consumidores, que disseram ser favoráveis à medida mais radical para preservação do meio ambiente. Pianez diz que o Carrefour usa 980 milhões de sacolinhas por ano e que, no Brasil, o comércio em geral utiliza 17 bilhões.
 

Saiba mais
16/3/2010